22 de jun de 2012

dor e sofrimento

estava relendo os relatos de parto e vi que eu falo que dói muitas e muitas vezes.
porque dói. de verdade. acho que foi a dor mais forte que eu já senti.
mas isso não quer dizer que parto normal é sofrido. porque não é. é dolorido, mas não sofrido.

eu sei, parece contraditório.
mas, em geral, a dor é um sinal que o corpo manda: "pega leve", "relaxa", "presta atenção aqui".

só que, ao invés de ouvir aos sinais, a gente aprendeu que a dor é má e precisa ser controlada. então, sentiu dor, vamos tomar um remedinho.

a dor do parto, então, é sagrada! não é um sinal de que o alguma coisa está errada. é o nosso corpo e o bebê trabalhando juntos para um renascimento: o feto morre e nasce um bebê. a menina morre e nasce uma mulher. é isso.
e não, eu não acredito que seja um "castigo". porque não é sofrido.
é uma dor forte, mas é completamente suportável. é uma dor que te ensina, te mostra o quanto você é forte e capaz. e é uma dor necessária, porque ser mãe é difícil, apesar de maravilhoso.

renascer. é essa a chance que a dor do parto te dá.

CLARO que eu estou falando da dor de um parto NATURAL, ok? porque parto com sorinho, deitada, amarrada, amassada e desrespeitada.... bom. não quero nem comentar.

Um comentário:

Maíra disse...

Thá, eu postei o questionário no meu texto aqui: http://truelove.com.br/2012/06/22/questionario-para-namorar-minha-filha/

Muito ridículo...