5 de mar de 2011

querido diário,

hoje foi mais um dia daqueles.
working bee, sabecomé.

não que eu tenha trabalhado muito, porque dessa vez me escondi no playgroup e fiquei costurando uma raposa de feltro (e não consegui terminar, obviamente).
mas sabe que cansa ouvir inglês, tudo inglês e só inglês.

ainda se fosse um inglês compreensível.

ah.... por isso me falaram que eu nunca deveria cuspir pra cima, que a humildade blá blá blá.
eu sempre achei que meu inglês fosse bom.

talvez até seja, porque eu falo e sou entendida. só não consigo entender. devo estar ficando surda.

até consigo, quando tem uma pessoa só falando só comigo. quando dois kiwis começam a conversar entre si ou mesmo comigo, cara, dá desespero! se eu entendo 1/4 do que eles falam, é muito.

é duro não entender.

daí eu começo a conversar com alguém e entendo tu-do o que ela fala. e descubro, logo, que ela não é daqui. já descobri americanas (os), sulafricanas, alemãs, francesas, coreanas.
hu hu.

2 comentários:

Tati Tamie disse...

É por isso que eu digo: o melhor inglês é o do Sayid... Kkkkkkkkkkkkkkk

Mari disse...

Bemvinda ao clube!
E olha que eu estou nos EUA!
Mas quando estou numa reunião de americanos, eles falam rápido demais. Entendo pouco. Quando eles falam comigo ou se dirigem a mim, mesmo sendo duas pessoas, entendo. Mas conheço uma moça australiana que cada vez que falo com ela entendo metade, mesmo que ela esteja falando diretamente comigo. Hahahhaa quando se trata de inglês, pequenas diferenças de sotaque mudam tudo!