2 de ago de 2009

praia??? praia???? p-r-a-i-a????????

gente, o japão é uma ilha. e uma ilha pequena, né?

é, porque, para qualquer lado que a gente vá, em uma hora, no máximo, chegamos em alguma praia.
agora, por que infernos, não existem praias de banho nesse país?

ok, existem. mas tão lindas.....

onde a gente faz churrasco não dá para banho por:
- suja.
- fedida.
- cheia de bichinhos.
- tem seringa usada jogada no chão.

a gente ia porque é perto de casa (menos de meia hora de carro) e quase vazia. mas desde que achei a segunda seringa usada enterrada na areia, fiquei com medo. vai que alguma das crianças se fura numa agulha dessas?

daí quinta fez sol, depois de uma semana de chuva direto. mas como o bhuda trabalhou até tarde e tals, não fizemos nada. mas combinamos que sexta, iríamos à praia, já que estava escrito na previsão do tempo que faria sol, apesar de uma chuvinha leve ao meio dia.
sexta, acordei às 7 da manhã, fiz marmitinha pra todo mundo, arrumei as malas e fomos.
a praia para banho mais próxima de casa fica há 2 horas, em outra cidade (toba). chegamos lá, uma rua fechada, um cara cobrando mil ienes (ma o meno 10 dólares) para a gente parar o carro e ir a pé até a praia, sem nem ver se a praia era fofinha. e, se quisesse levar comida, mais dinheirinho ia embora.
mais meia hora de carro e chegamos na segunda praia. horrével. vazia, mas o chão lotado de concha e sujeira até não poder mais e as únicas pessoas que estavam lá, estavam olhando com cara de nojo alguma coisa que estava indo e voltando com a maré. fomos embora.
terceira praia, bem a cara de itanhaém (quem já foi, sacomé). feeeeeeia, fediiiiiiiida, cheia de bichinho, mas era praia para banho. pagamos 700 ienes para um voluntário de um asilo que ficava lá cuidando do estacionamento, almoçamos no carro, mesmo, para não pagar 1500 ienes para comer na praia, trocamos de roupa no banheiro lá.
ficamos tipo... meia hora. hauahauahuahauahuahauaha. eu não aguentei, desculpem. sou fresca, mesmo. a desculpa foi a garoa. hauahauahau. pagamos 400 ienes e tomamos uma ducha de 5 minutos, trocamos de roupa e fomos.
e eu já estava desiludida, porque disseram que é uma das melhores praias de mie (o estado onde moramos).
o bhuda lembrou de mais uma praia, na próxima cidade (shima) e fomos. eu, já pensando que seria um outro cocô azedo.
mais uma hora de carro. chegamos em goza (é o nome da praia, fazer o quê?). vazia (claro, chovendo, às 5 da tarde?). eu e o bhuda demos uma olhada, enquanto as crianças ficaram no carro.
gente, que praia é aquela??? l-i-n-d-a!!! água transparente, areia branquinha.... o trem deve ficar l-o-t-a-d-o!!!!!!
(OK, não reparem na m-a-n-i-a de separar as letras com h-í-f-e-n)
apesar de ter demorado 3 horas para voltar os cento e poucos quilômetros, eu quero voltar lá!!!!

só falta voltar o sol, que já disse na previsão do tempo que teremos mais uns vários dias de chuva. bostica.

4 comentários:

B i a disse...

ah,mas vai que super valeu a pena os duzentos mil kilômetros....e as fotos??

Mári disse...

Ah, mas vale a pena se for bonita a praia!
Nossa, mas os japoneses tanto posam de organizados e ecológicos, e deixam seringas na praia, assim?
Caiu no meu conceito!

Eu com praia sou fresca também. Mas é que sei lá, a gente senta no chão, com pouca roupa, pés descalços... não dá pra ser sujo!
Boas férias para vocês!
Bjosss

Rosana Oshiro disse...

putz!! 3 horas dai???
ai...eu nao sabia desse probleminha...=/

beijo

Pamela Antonieta disse...

nossa que caminhada em.
queremos ver fotos.
bjs