26 de abr de 2012

home birth

eu não sei se é por causa do trabalho que deu ter e registrar os nascimentos dos meninos aí no brasil, mas eu fico encantada quando as coisas são simples.

por exemplo, quando comecei o prenatal, ganhei aquele livro que eu falei, onde a parteira tem que anotar os dados, a evolução e tal a cada consulta. nesse livro, vem a parte de parto. vem escrito para assinalar o local do parto, e vem:
hospital - espaço para colocar o nome do hospital
casa de parto - espaço para colocar o nome da casa de parto
casa - e espaço para colocar o endereço.

claro, tem para colocar se precisou de transferência, o motivo, a hora e para onde foi a transferência.

daí recebemos um formulário para registrar o nascimento da coral. e nele também veio a opção de parto em casa. nhoim! amor.

------------------------------------

antes disso, a parteira me entregou uma pasta cheia de panfletos informativos do ministério da saúde e coisas que ela imprimiu da internet, falando sobre gravidez e pós parto, cuidados com o bebê e parto.
nele falava dos riscos e benefícios da vacinação! fiquei inconformada! muito legal, bem escrito e nada ameaçador. era tipo, você vacina e a criança vai ter menos chances de ter a doença, mas pode ter isso, isso e aquilo.

também falava sobre a vitamina k: se for vitamina k injeção, a chance de ter a doença hemorrágica é 1,xxxx. se for via oral, a chance é de 2%. se não der, a chance é de 4%. mas a injeção pode causar câncer na proporção de xx. (vejam, os números são todos fictícios porque eu não lembro)

------------------------------------

new zealand, i do love you.

4 comentários:

Anônimo disse...

Thais!
Eu acho que não se lembra de mim, eu participava da Materna, acompanhei o Vida Verde, gostava e ver Os Monstrengos, e sempre, sempre venho te ler aqui, gosto da sua sinceridade, do jeito como encara a vida e ESTOU LOUCA PRA LER O RELATO DO PARTOOOOO!..rs..

Simone

Mari disse...

Ah que demais! E o princípio é simples: vc é um ser humano, vc tem direito de ter a informação e decidir por si só. Pronto!

Maíra disse...

Igualzinho o Brasil, onde tenho até medo de falar por aí que não quero vacinar meus filhos, que quero ter parto em casa e que não darei injeção de vitamina K... cada vez que vejo as amigas que moram em outros países contando como são as coisas, mais sinto desgosto de viver aqui! Triste neh!

Fabi mãe do Logan disse...

Então que gostei daqui , virei mãe este ano e quero compartilhar várias coisas com mães tbem .

Espero que me siga pq aí eu te sigo , dá uma passadinha no meu blog vou amar

beijos da fabi

se tiver faceboock me add !!


http://www.facebook.com/profile.php?id=100003327379051&ref=tn_tnmn