16 de fev de 2010

ter 3 filhos

Ter um filho é uma coisa cor de rosa. tudo é lindo, perfeito. 90% das coisas saem como planejado.
Ter dois filhos é outra coisa. outra coisa completamente diferente. agora são duas criaturas querendo atenção ao mesmo tempo, mas com necessidades diferentes. E desejos, então....? Mas com duas mãos, dois olhos e duas orelhas, a gente se vira.
Já ter três filhos é uma loucura! São três pessoinhas falando, querendo, sendo, brigando, brincando, cantando, chorando, pedindo. E os meus ainda são pequenos.

Pelo menos uma vez por dia eu preciso parar, fechar os olhos e colocar as duas mãos abertas pra frente. Simplesmente porque falar não ia adiantar. Nesse momento, eles param de falar/gritar/chorar/pedir/exigir/reclamar. Um ou outro sempre demora mais para perceber o ocorrido e continua fazendo o que estava. Quando os três param, eu posso pedir para que cada um fale, esperando o anterior terminar para começar.
Também não é raro um chorar porque pediu a maçã antes e eu descasquei a mexerica do outro antes e o kiwi do outro muito antes.
Muito menos raro é eu acabar de arrumar os livros e passar para a estante de brinquedos que os livros estão todos no chão de novo. Ou a casca da mexerica, devidamente empilhada na mesa de centro da sala, aparecer espalhada até no banheiro.
Uma coisa difícil de lidar é quando dois precisam ir ao banheiro ao mesmo tempo, Se são os dois meninos querendo fazer xixi, ok, fácil. Cada um de pé de um lado da privada e resolvido. Mas e quando três querem fazer cocô juntos? E, sim, acontece.

O banho, a gente dá em série. Os três juntos, molha a cabeça de todos, lava a cabeça de todos. Enxágua a cabeça, aproveitando pra molhar o corpo de todos. Lava o corpo de todos. Depois seca um, coloca blusa, manda pro quarto. Seca outro, coloca blusa, manda pro quarto. Seca o último, põe a blusa e manda pro quarto. Mas claro que eles brigam porque não querem ou querem tomar banho primeiro. Querem/não querem sair primeiro. Querem a mesma toalha/mesmo brinquedo/o mesmo lugar na banheira.

A comida é complicada, porque a Mel não gosta de tomate, que os meninos amam. Também não gosta de abóbora, que o Zé adora. O João não gosta de nada molhado (tipo sopa, molho, feijão, sopa de curry) e os outros dois amam (menos o feijão). Também não gosta de aspargo e berinjela, que a Mel ama. Zé não gosta de carne. Mas também não é de comer muito. Prefere comer besteiras e porcarias. E mexerica, muita mexerica. Aliás, Mel ama pêssego. João ama uva. E Zé, kiwi. Mas cada um odeia a fruta preferida do outro. Em comum, só mexerica, morango e maçã.

Zé assiste A Era do Gelo 3. E só. Adora. Sabe as falas e tudo. Fica o dia todo dizendo:
- Esse... é o fim.... do Sid... a preguiça. Uaaaaaaaaaaaah!
João já prefere Carros e Madagascar. E fica:
- Velocidade... Eu sou a velocidade. Eu como derrotados no café. Café? ... (esqueci o resto).
A Mel já gosta de princesas e Barbie.
Nem isso ocorre pacificamente.

E eu fico praticamente louca e descabelada.
Mas no fim do dia, eles dormem. E eu relaxo. E depois de descansar por um tempo, eu fico feliz. Feliz por mais um dia ter acabado sem problemas graves. E por eles estarem crescendo, pelo tanto que cresceram.
E eu rio sozinha das coisas que eles falaram.
Depois me bate uma tristezinha.... de que, logo logo, logo logo eles não vão mais nem dormir comigo.

18 comentários:

Katy] disse...

NOssa só de ler já cansei.....
O Joao tbm esta na fase da era do gelo 3!!! rs
bjos

Tati disse...

Menina, que post mais triste. Primeiro pela loucura de criar 3. Depois pela tristeza que vc sente porque eles estão crescendo.

Nessas horas eu me sinto uma mãe muito, muito má! hauahauah! Agradeço a Deus pelo Igor, que cresce rápido e não me dá trabalho, e penso que logo logo ele vai ter a vida dele e não vai nem querer dormir comigo, mas levo na boa e até sinto uma pontinha de vontade de que isso ocorra rápido (poucas vezes não, poucas vezes eu quero que ele nunca cresça e seja sempre meu menino, mas basta ele começar a dizer ~"não"que a brincadeira acaba! hauhauahu)

Simone disse...

nossa, eu admiro MUUUUUUUUUITO vocês que são mães em tempo integral, mães de 2, de 3 ou mais. Acho que uma porcentagem de mim queria ser assim mas assumo que não tenho capacidade, talento e requisitos necessários para não ser uma mãe surtada. Minha conta inclui, no máximo, mais 1. Isto é, se eu ainda tiver fertilidade...rsrsrsrs. bjs

Karinatura disse...

Oi Thais, muito prazer. Meu nome é Karina e é a primeira vez que comento aqui no seu blog...conheci seu blog pelo site da Crescer, e desde então passo por aqui todos os dias...rs
Hoje não resisti, e tive que comentar. Tbm tenho 3 filho e tbm moro aqui no Japão...mas os meus filhos já estão crescidos, a Camilla tem 16, a Aninha tem 11 e o Luka tem 7...acho que quando leio seu blog volto no tempo, na época que eles eram pequenos e me deixavam "louca e descabelada"...rs
Hoje morro de saudades deles derrubando a comida do prato, vestindo a roupa do avesso e formatando o pc sozinhos...rs
Obrigada por me lembrar, todos os dias, como é maravilhoso ser mãe...
Beijocas

ju mezzato disse...

cada vez que eu leio uma coisa assim, abro um sorrisinho no silêncio e sinto morrer um pedacinho por dentro (de egoísmo) por saber que eles estão lindos, saudáveis e crescidos, mas... longe demais da gente aqui. saudades de vocês sempre. ;) um beijo, thá.

Sandra Goraieb disse...

Amei este texto, tão verdadeiro, tão lindo. De verdade, o tempo passa depressa, eles crescem e a gente fica com saudade dessa correria, dessa loucura que é cuidar de um outro ser humano que nos chama de mãe.
Um beijão pra você e para todos os "meninos", incluso o Bhuda, e o John Lennon (com a "Yoko" também). Saudades de vocês.

Felicidade disse...

Muiiito bom cara, ao mesmo tempo que é tão cansativo é tão prazeroso voce poder proporcionar a felicidade a educação de criaturas tão puras que são totalmente dependentes de vc ne?
Um orgulho sem fim, e só em pensar que um dia cada um vai para o seu canto que vão "deixar" de ser seus bebezinhos, da um aperto no coração, a verdade é apesar de todo trabalho é lindo ver e viver essa fase da vida, lhe desejo sorte e muito sucesso!

beijao

Rosana Oshiro disse...

Você acredita que um dia eles não vão querer mais dormir com vc?
Quando seria isso? hahahahaha
Porque pelos meus filhos eu duvido que isso ocorra antes dos 15 anos e sem traumas (deles)...huauhauhauhauha

beijo

Fabiola disse...

kkkk
fiquei cansada afee

ciane disse...

amei sua postagem...eu tenho um casal,um menino de 4 e uma menina de 5,to gravida do meu terceiro filho.to com 5 meses.nossa,to me himaginando como cera que vou me sair!beijinhos.maei seu blog se quiser passa la no meu---->
http://vitoriaangela.bebeblog.com.br/

LILIAN disse...

QUE LEGAL EU TO GRAVIDA DO MEU TERCEIRO E TAMBEM JA SINTO UMA TRISTEZA ENORME QUANDO IMAGINO QUE LOGO ELES CRESCEM .
MAIS PARABENS APESAR DE CANSAR EU SEI VALE APENA.

Anônimo disse...

Eu tenho tbm três filhos, mas não curto muito esta idéia até hoje..porém por conta disso não posso trabalhar e me sinto muito mal, não pode tbm dar oq eles realmente precisam e etc!

Bruna disse...

Olá meninas,eu tenho 24 anos e sou mae de 3 tambem,tenho um casal de gemeos de 5 anos e um menino de 2 anos,eles me dao trabalho claro que como qualquer criança saudavel,muitos afazeres eles me proporcionam...mas pra quem naop poderia gozar do prazer da maternidade acho que esta de bom tamanho nao acham?! levei um baita susto quando descobri a gravides do caçula,pois nao esperava engravidar pois os gemeos foram por induçao de remedios q fazem ovular mais.entao confesso que relaxei um pouco e pra surpresa veio o miguelzinho..graças a Deus..
enfim,tantos casais querendo realizar o sonho d ser pais e algumas pessoas ainda reclamam pelo simples fato de serem abençoadas com o dom de ser MAE.
...NINGUEM ME DISSE QUE SERIA FACIL....
bjs a todas e força na peruca..rs

Daniel disse...

Oi Thais, achei sei blog no google quando pesquisava dicas de como criar 3 filhos...
Tenho 25 anos e sou mae do Lucca de 3 anos e 9 meses, da Cecília de 2 anos completados agra dia 3/12 eontem descobri que estou gravida do meu terceiro filho. Foi um choque, visto que nossos planos terminavam no segundo e ainda estou digerindo a noticia...nao tive nem coragem de contar pros meus pais pois sei que as criticas irao superar as felicitaçoes...Enfim, acho que vou passar a ler seu blog todos os dias pra ter dicas de como nao enlouquecer tao rapido...vc sempre quis ser mae de 3? Como vc lida com isso? Tem ajda de babá? Secretaria? Mae? Sogra? Hahaha muito obrigada.

Paola

Tathinha disse...

Nossa amei seu texto!Me identifiquei muito com algumas coisas rss tenho 2 filhos um de 4 e uma mmenina de 2... pensa na loucura com 2 tao pequenos rss é um tal de minha mamae... pedi primeiro... eu queria esse brinquedo... rsss
Mas e como vc disse no fim do dia e tao bom ve-los ali... crescendo!! Parabens a vc que agente ve pelo carinho com que escreve que é uma super mae! bjo

Anônimo disse...

idem...igual to loca ..eles venceram.

Yasmin Teixeira disse...

olá Thais...foi muito bom ter encontrado seu blog quando procurava
ajuda na internet pra tentar superar alguns problemas que estou passando.Fui mãe pela primeira vaz aos 18 anos, estava cursando meu ultimo ano do ensino médio larguei o colégio na época, me formei quando estava grávida de meu segundo filho ...ano passado tive o João que completou 1 ano mês passado, estou cursando pré vestibular porque ainda quero ter ensino superior.Minha família nunca aprovou minha maternidade, sempre acharam que minhas gestações foram um erro e que eu sou uma pessoa inconsequente que não se preocupa com o futuro, isso pq todas as minhas irmãs estão na faculdade ou já se formaram e são funcionárias públicas e eu não.Recentemente eu passei pra um concurso mas não sei quando serei chamada...Amo meus filhos, mas infelizmente não tenho conseguido demonstrar isso, tenho enfrentado algumas dificuldades financeiras e não conto com o apoio de ninguém da minha família, apenas conto com meu esposo.Minha família me vê com maus olhos pelo fato de eu ser mãe...eles simplesmente não me aprovam.Bom eu não estou sentindo pena de mim mesma,sei que tenho força para lutar!Apenas precisava desabafar e ver que eu não sou a única mulher de 24 anos que tem três filhos pra criar...não quero vê-los como um fardo(assim como minha família os vê) e sim como uma benção...Tudo o que eu quero é conseguir dar amor a todos...Meu dilema maior agora é voltar a trabalhar...se eu fosse pagar creche para os três daria ceca de 900r$ por mês. Se alguém tiver alguma sugestão para me dar eu aceito comentários!desculpem o desabafo mas eu precisava! bjus!!!

Isa disse...

Ola, gostei muito de encontrar seu blog, o que vc diz veio em uma hora que eu precisava, sabe tenho 2 filhos, uma menina de 7 anos um menino de 1 ano e 6 meses, e estou gravida de 4 meses, estou com muito medo, nervosa, queria que não fosse verdade isso, não vou mais poder trabalhar, e vai mudar tudo de novo, mais entreguei nas mãos de Deus sei que os planos dEle são maiores que os meus e peço todos os dias que Ele me ajude a passar por mais essa...