10 de abr de 2009

ai, meu senhor....


Essa menina não sabe o quanto de mim ficou com ela naquela escola............
O quanto de mim não daria tudo hoje para que o tempo parasse para que ela continuasse sempre minha bebezinha.....
E o quanto de mim não quis que o mundo acabasse naquele abraço.

Hoje, efetivamente, começou um novo ciclo na vida dela.
Espero que ela saia desse ciclo com saldos positivos superando os negativos.

Como o dia demora para passar longe dela....

8 comentários:

Simone disse...

agora imagine a mesma cena, só que a pessoa com os peitos cheios de leite, deixando um bb que não fala. Ai, amiga, nem queira saber. Ainda bem que vc não precisou passar por isso. Vou te dizer, até hoje eu não me acostumei a sair cedo e deixá-lo. Daqui a pouco ela chega. Beijos

Juuuuu disse...

ô, nega, eu nem imagino o que seja isso. mas, você sabe melhor que qualquer um de nós, que ela precisa ir, precisar começar esse novo ciclo. ela precisa crescer. e vai ficar tudo bem. beijos, adorei seu modelito, ficou ótimo.

B i a disse...

Sei como é...e eu que deixei ela e ela nem olhou pra trás.OI?eu morri de chorar qdo cheguei em casa.
Vc arrasou na roupa,mas ficou a pergunta,usou alguma make??

Maíra disse...

Heheh, ah amiga, mãe sempre sofre mais que filho na hora do primeiro dia de escola né?

Acredita que ontem sonhei que tinha encontrado com vocês num restaurante? Foi tão legal!

Bjos

Poesia do Bem disse...

é Thais a gente somuito mas depois vc vai ver que é pro melhor dela e desenvolvimento ai tudo fica mais fácil e mais bonito, mesmo que a saudade aperte lá no fundo, bjsssss e venha me visitar!

Fabiola disse...

ai QUe coisa linda!
vai dar tudo certo!

Rosana Oshiro disse...

ai q lindas!
eo pior é q logo o tempo passa e vc verá ela saindo pra faculdade...
huahuahuahua
nao quero nem pensar...

bjo

Sandra Goraieb disse...

Acho que acontece para todas do mesmo jeito. Eu mesma chorei como uma idiota virando a esquina da creche. Na frente dela não, foi só alegria.
Mãe é um bicho esquisito. Acho que a gente entende que eles começam a ser independentes de verdade ali, na porta das escolas. E que eles não são mais os nossos bebês, são do mundo que vão conquistar começando ali.
Sorte para a Mel e toda solidariedade para você,Tha. Beijos para as duas.