2 de ago de 2008


Amamentação é um dos meus assuntos favoritos (junto com parto, ecologia e meus filhos. hauhauahuhau).
Pra mim, a amamentação foi salvadora. Completamente!

A Melissa, pra quem não sabe, nasceu de cesárea. E eu sempre quis parto normal! A cesárea foi a grande frustração da minha vida. Em compensação, a gente se entendeu perfeitamente com a amamentação. Foi muito bom, tanto pra mim quanto pra ela, assim como para o planeta.

Então, gosto muito da amamentação e acredito no direito que todo bebê tem de ser amamentado, assim como o de toda mãe de amamentar. "não quero", "não gosto", "dói", "mostrar os peitos?", etc, sempre me deixam muito, muito, muito triste. Gente, tudo isso é cultural.

Eu amamento em tudo quanto é lugar. Quer olhar feio, olha. Quer falar merda, fala. Quer ser besta, seja. Só digo uma coisa: só acha feio amamentar quem tem merda na cabeça. Falou? Porque tudo depende dos olhos de quem vê. hauhuahau. Então, se sua cabeça é suja e cheia de merda, só vai ver merda e sujeira. Se sua cabeça é limpa e linda que nem a minha, bom, ... acaba vendo coisas feias porque elas existem. auahhauahauaha

Eu não teria conseguido amamentar desde que a Mel nasceu, até hoje, se não fosse o apoio que recebi de todos os lados. Por isso, apoiar é importante.
O relato do apoio mais importante que eu recebi está na página de relatos da Matrice.

Vejam, de noooooovo, o meu vídeo favorito.

6 comentários:

Tati disse...

Depois de uns dias sem passar aqui, os posts se multiplicaram... Ehehehehe

Sobre o seu cabelo verdadeiro, estou chocada... Você é completamente louca...

Sobre sua versão japa loira, está be próximo das japas de lá... Elas são loiras e bem maquiadas, idênticas à vc na foto!! Sobre a Mel, ela é linda até careca!! ehehehe

E o que houve com a Brunella?? Eu já estava até fazendo planos de quantos bolos eu conseguia comer escondido... tsc tsc tscv

Maíra disse...

Ai, vale post atrasado? Fiz o meu hoje! Hehehe

Thaís, amei aqueles cabelos! Kkkkkkkk! Vou brincar um pouquinho lá no site depois....

Beijo

lulu disse...

eu acho super bacana ver pessoas como vc e a Fabi defendendo a amamentação. e super importante tb.
beijo

Morrocoy disse...

Eu sou da opinião que é de fato muito egoísta a pessoa querer ter filho e depois dizer "não quero" ou "não gosto" de amamentar. Oras, desde o princípio não sabia que a amamentação estava no "pacote básico" de cuidados com a criança?
Apoio completamente, mesmo ainda não tendo filhos e, como dizem por aí, "digo isso porque nunca passei por essa situação". Um dia quero estar nessa situação sim, e ter liberdade de amamentar onde e quando meu filho precisar.

Sandra Goraieb disse...

Thais tenho o maior orgulho de ser uma "mulher de peito" e através deles ter visto crescer minha filha até quase 3 anos, mesmo com todos os meus colegas pediatras dizendo que eu era maluca. Quer saber? Não me arrependo. Ela parou de mamar sozinha, quando quis. Sem traumas, sem estresses inúteis. Além do mais, a OMS diz que a gente deve amamentar até os 2 anos ou mais. E até os 6 meses deveria ser dieta esclusiva: leitinho de mãe.
Esta coisa de achar feio a gente amamentar em público é HIPOCRISIA PURA. Não tem nada de mais lindo que isto e nada mais puro e sincero, nada mais natural. Não tenho vergonha dos meus peitos se eles são a fonte de nutrição do meu filho. É como ter vergonha de arroz com feijão, de macarrão. Tem cabimento?
Vamos lá, meninas, lutar pelo nosso direito de dar o melhor para nossos bebês: o nosso leite!

Marianne disse...

Lindo o video, vou colocar no meu blog!
Moro no Canada onde ha leis que protejem as maes que amamentao em publico. Quem nao gostar e passar comentario poder ser levado a justicia e em 2003 e 2005 ha duas maes que - FARTAS - levaram a justicia e ganharam... 2000$ e 3500$.
Nao amamentamos quando queremos. Quem decide é o bébé. Nao tenho intençao de ficar em casa "just in case" o bébé resolver beber da fonte exclusiva...
Marianne