15 de ago de 2008

ainda farta....

sábado de manhã vamos pra guaruio refazer o apartamento da lu e do batata.
mais montar cama e limpar a bagunça, além de pegar o que ficou.

daí é arrumar aqui, o flat, que não cabe mais nadinha. hauahauhauhaua.

e isso que é meu aniversário. snif snif snif.

mas tudo bem que vou comer bolinhos da brunella no domingo e não quero nem saber de regime. vou de calça de moletom que é pra não sentir apertando. hauahuahauhuahauhauahauah

ah, 27. niver é uma coisa legal, né.
a gente devia dar mais valor. hauhauhauahauah. pelo menos, mais valor que ano novo.

ai, ai.

9 comentários:

Michela disse...

Se o flat é pequenininho, queria imaginar como estão os brinquedos das crianças... hehehehe
Bjo e boa mudança!

Rosana Oshiro disse...

ooo Parabens ai mulher!!!
muitos bolinhos da Brunella proce!!!
o importante é ser feliz!!!
bjs
Ro

menina dos cabelos amarelos disse...

deveríamos mesmo! aniversário é sempre um ano novo, ué! não começa um outro ciclo? entonces! comemora com bolo bom que você merece mesmo. :) beijo

Morrocoy disse...

Ah, é o nosso ano novo 'pessoal e intransferível', próprio, íntimo. É muito bom fazer aniversário!
Parabéns!!! E muitos bolinhos do Brunella para comemorar!

Anônimo disse...

Deus do céu! 27 anos? Como pode a nossa menininha estar chegando na casa dos 30? Aquela criancinha que chorava tanto por qualquer coisinha, que não queria dormir sozinha, abria os dois braços e as duas pernas pra ninguém conseguir colocá-la na perua escolar e só comia bem os lanches do Mac Donalds sem os picles e pizza de mussarela. Essa criancinha foi crescendo assim, totalmente desligada de tudo(escondia o dinheiro que ganhava, e nunca mais se lembrava do local e sequer que havia escondido o dinheiro, até que muito tempo depois achávamos dentro de alguma caixinha de fita cassete), tão desligada que nunca percebia que estava levando uma cantada.
Mal dá pra crer que já seja mãe! A nossa menininha se tornou uma mãe maravilhosa, coisa que talvez eu nunca tenha conseguido ser. Imagino que não existam pais perfeitos e, assim como todos, erramos muitas e muitas vezes, mas hoje percebemos que os nossos erros foram compreendidos de tal forma que hoje somos não somente pais e filhas, mas grandes amigos.
Tha, muitas vezes vc me emociona muito e aí percebo o quanto a maternidade a deixou carinhosa. Quando li os seus blogs sobre a minha vinda para cá, alguns aniversários meus e os das crianças, reconheci que vc jamais dirá um ´´eu te amo``, mas estará sempre apaixonada pelos seus, assim como sempre fomos por vc!
Te amo muitíssimo!
Feliz Aniversário!

Mari

Anônimo disse...

Thais
Uma menina indolente, quase caindo, quase imóvel, frágil!? Mas que num rompante se levanta, mostra as garras e parte para o embate defendendo seus pontos de vista, intransigente, firme, forte!
Entre a doçura dos gestos e a acidez dos argumentos fica a dúvida: forte? frágil?
Não importa, pois a mim só desperta carinho, orgulho, alegria e muita, muita preocupação.
Feliz Aniversário!

Issao

Tata disse...

se chega o teu, chega o meu tb, isso q é bom! =P
adorei a idéia da calça de moletom, tô cogitando copiar, hahaha.

Fabiola disse...

opa... 27 é poquinho hein?

Tati disse...

Parabéns!!! Eu queria tanto tanto os bolinhos da Brunella... Buáááááááá

Caraca, tu tá ficando véia, hein??? Daqui a pouco eu vou estar na "casa dos 30"! ahuahauha! Que comentário infeliz da mãe! hauahuahauahuaha

Bem, se vc se lembra quantos anos está fazendo, ótimo... Lembro que no ano passado vc se assutou ao ser "lembrada" de que faria 26....

Eheheheh!! Quero ir no seu flat pra encher as paciências de que é apertadinho! ahuahauahah