26 de mai de 2008

além da medicina

Má, por favor, não pense que é um post contra você. Vou aqui escrever um pouco a minha opinião (até porque ia ficar muito, muito grande pra colocar em comentário lá no seu blog) e também pra abrir a discussão pra todo mundo. É um assunto que me interessa e que eu acho muito, muito importante de saber todas as opiniões de quem está de todos os lados (e existem muitos, muitos lados).

A coisa é a seguinte: a Maíra me sugeriu pílula. Eu falei que não, que apesar de ter cistos também, eu não gosto nem de pensar em ficar tomando hormônios falsos pra diminuir fluxo menstrual ou tratar cisto. Ela escreveu no post aí debaixo um comentário falando dos motivos dela querer tomar a pílula. Dêem uma olhada. A Maíra é estudante de enfermagem, bem informada e inteligente. Não é daquelas que fala porque ouviu da tia da vizinha do amigo da namorada da melhor amiga da mãe.

Eu tenho cistos. Já pesquisei muito sobre isso, também. Inclusive na faculdadezinha que eu fiz por um breve tempo. He he he. Eu já tomei pílula (E engravidei da Melissa tomando). Tomei por 5 anos seguidos pra tratar os cistos e não adiantou nada. Aí outro medicozinho falou que com a gravidez, os cistos sumiriam. Pois não sumiram. Três gravidezes depois, eles continuam aqui.
Eu já tive medo de cisto crescendo, virando câncer, estourando, tendo que tirar ovário e blá blá blá.

Mas hoje não tenho mais.
Porque eu acredito mais no meu corpo do que em faculdade de medicina. E não, eu não sou radical. Meus filhos vão ao pediatra, eu vou ao ginecologista, o Bhuda vai ao ortopedista, a gente vai ao dentista, ao dermatologista, ao endocrinologista. Eu vivo tomando tylenol porque eu morro de dor de cabeça. Eu tomo remédio pra dor de garganta, dor de ouvido (mas as crianças tomam homeopatia). Também tomo antibiótico se tenho uma infecção.
Mas não tomo mais NADA pra previnir nada.
EU não conheço nenhuma mulher que tenha perdido o ovário porque o ovário estourou com o cisto. Mas eu conheço muitas muitas mulheres de 30-40 anos que perderam os úteros porque o médico achou que não precisavam mais. E perderam os dois ovários,também. Ou porque o mioma estava grande, ou porque estava na menopausa, mesmo, ou porque poderia dar câncer de útero, imagine? E todas sofreram muito mais com os efeitos da falta do útero do que com o que quer que tivessem antes da retirada.
E, sinceramente, achar um médico que seja confiável, hoje em dia, é complicado. Porque a gente pode ir em 15 médicos e só ouvir merda. E ouve! Eu fui em muitos. Muitos, muitos. E todos me disseram que eu tinha que desmamar a Melissa, que o Joào ia nascer prematuro e pequenininho. Ou que eu tinha que desmamar o João, porque agora era o Zé. Ou que eu tinha que fazer cesárea, já que já tinha uma. Ou que a chance de uma mulher normal (que porra é mulher normal?) ter um parto normal é de, pasmem, 70%, sendo que a OMS recomenda 85% no mínimo.
E olhem, eu não sou a única que amamentou grávida. EU nào fiz só pra contrariar, só de birra, porque era ruim desmamar ou qualquer outra coisa. Eu fiz porque eu li, pesquisei e conversei com pessoas que me mostraram os ESTUDOS SÉRIOS que diziam que eu PODIA, sim. E me mostraram porquê. E como funciona o útero, a ocitocina (isso eu aprendi na facul, mas tinha esquecido), a amamentação. E como é que fica o filho desmamado por uma gravidez.
Eu sabia que podia ter parto normal por todos os motivos que escrevi 400 vezes. Porque TODOS os ESTUDOS SÉRIOS dizem que é sempre melhor tentar parto normal do que cesárea, DESDE QUE BEM ACOMPANHADA E ASSISTIDA. Porque me falaram que "minha irmã teve o útero rompido no parto do segundo por causa da cesárea". E eu sabia que a mulher estava deitada, com soro com ocitocina na veia, sem ninguém prestando atenção. (recomendo fortemente o relato lindo da Rosana do parto da quarta filha, Ana, nascida de parto natural domiciliar unassisted depois de duas cesáreas)

Entende? Não adianta ler em um, dois, três livros ou 400 sites que o ovário poli-cístico isso e aquilo. Precisa ver estudos de verdade, precisa procurar quem tem cistos, quem conhece alguém que teve algum problema por isso. Precisa pesar os prós e contras e decidir por si só.
Porque pra mim, não adianta mais tomar remédio e vitamina porque previne doenças. Precisa pensar no da onde essas vitaminas vêm, se a gente realmente precisa, pra quê (Sô, eu sei que você precisa, viu? Essa não foi pra você. Foi o exemplo mais fácil que eu encontrei pra explicar), se não existe outra forma de compensar isso e o que acontece com o corpo, com as glândulas, células e órgãos que faziam isso depois que você começa com o suplemento. EU, por exemplo, prefiro comer 15 mexericas do que tomar vitamina C (apesar de tomar, de vez em quando).

Agora, o mais importante: por que se toma remédio? É pra aliviar a dor ou a culpa, se caso algo dê errado? Porque eu prefiro assumir as conseqüências das minhas escolhas e fazê-las conscientemente do que fazer alguma coisa porque falaram que é melhor assim ou porque todo mundo faz, mesmo.

Má, se você disser "Eu tomo e continuo tomando porque eu sei que vai curar meus cistos" ou "Você só falou merda e eu não concordo com nada e nem vou perder meu tempo lendo ou respondendo", okokoko. Eu vou respeitar. Só entenda que eu não quero que você pare de tomar. Quero te mostrar porque eu não tomo e porque eu acho que você não deva tomar. He he he he eh eh E eu acredito firmemente que você vai fazer a escolha certa pra você, assim como eu fiz pra mim. A não ser que alguém tenha mais algo a dizer. He he eh eh. Posso repensar, claro. Porque eu mudo mudo mudo...

Beijo

10 comentários:

Viviane Silva disse...

Humm...nunca pesquisei sobre o assunto. Particularmente detesto tomar pílula pq muda meu humor e já tentei várias. Agora estou tomando pq cansei dos outros métodos contraceptivos.

Minha ex-médica me indicou uma pílula pra eu parar de menstruar. Apesar do incômodo mensal que é, achei um horror esta proposta, imagina, se meu corpo funciona assim pq mudar? Por um capricho? Pq é um saco ficar sangrando etc, ai que raiva que meu.

Sobre tomar remédio/vitaminas etc para prevenir o que ainda nem existe sou contra.

Beijo

Morrocoy disse...

Muito bem, muito bem!
(Aplaudindo em pé).

simone disse...

ai, muita informação pra minha pessoa no momento. tô com preguiça de pensar, rs. depois comento.

~Maíra~ disse...

Hehe olha eu juro que imaginei que vc ia fazer um post sobre esse assunto.
Bom, realmente eu não tenho mto o que dizer mais a respeito, é o que eu disse, eu respeito sua forma de pensar, e ela faz sentido sim, não digo que vc está errada não. Afinal, acredito que não exista certo nem errado, existem formas diversas de lidar com a vida, com as situações, assim como cara organismo é de uma maneira, as opiniões também, sou totalmente aberta a essas discussões. Até na faculdade estamos estudando as teorias filosóficas, tipo dogmatismo e ceticismo, e eu realmente temos que ser críticos em tudo que tem a ver com a nossa vida. Sim, eu acho a pílula boa pra mim, mas tbm acho natural alguém não querer usar. Sabe, a pílula fez todos os meus cistos sumirem, meus ovários estão perfeitos, há alguns anos o esquerdo tinha 11x o tamanho do direito, doía demais, eu cheguei a menstruar 1 mês direto quando eu tinha 11 anos. E, não posso mentir, graças a pílula hoje sou uma mulher normal que menstrua por 4 dias 1x por mês, hahaha...

Enfim... vc me entende. E eu te entendo. Então é isso aí.

Bjos

~Maíra~ disse...

Ai escrevi umas palavras erradas e sem sentido aí no meio, mas deu pra entender, isso tudo é pressa pra digitar.

flores na janela disse...

Eu fiquei gravida do Fe tomando remédio, comecei a tomar pilula por causa das cólicas que nem com o nasceimentyo dele pararam, e para ferrar com tudo o meu cardio e a obst decidiram que eu não posso tomar remédio pois não fununcia e me faz mal, ai te pergunto o que fazer? Eu tb não sei, mais tb não acredito em pilula para melhorar o quer que seja.

menina dos cabelos amarelos disse...

hum... pois muito bem! e apoiada! eu NUNCA tomei pílula na vida. quando achei que talvez fosse bom, desisti por conta dos OITO outros comprimidos que eu tinha que engolir todo santo dia. respeito quem toma, conheço pessoas que estão infinitamente melhores com a pílula e que realmente chegaram a conclusão de que ela é o melhor pra evitar uma gravidez indesejada. eu ainda não acho. não pra mim. beijos

Morrocoy disse...

Ah eu tô pensando seriamente em abrir um blog de vendas... mas primeiro tô aumentando o estoque, porque ainda tá fraquinho. Rsrsrs

Tati disse...

Eu jã tomei, e quando parei, fiquei toda fu.... As espinhas começaram a aparecer em progressão geométrica (eu até tinha espinhas antes, mas depois que eu parei com a pílula, tenho furúnculos muito doloridos), a menstruação ficou completamente deslegulada, minhas TPMs ficaram 50x piores.... Enfim....

Enquanto eu tomava, era uma maravilha, mas quando parei, vi como abala todo o organismo!!

Agora estou usando anticoncepcional de novo, por causa do tratamento para as espinhas.... Mas não gosto não.... Além de caro, sei que não é natural pro organismo...

Michela Takeshita disse...

Isso ae! Acho q nessa eu concordo com vc em genero numero e grau!
Pilula no way. Por isso te sugiro método billings pra não engravidar e thuya e medorrhinum pra tratar os cistos! hehehehe não sou radical, só tô falando isso pq sei q vc pensa como eu, senão acho q nem falava nada! hahahahha

Beijo