9 de nov de 2007

Murphy

E depois do Cacá, o santo homem teimou que queria ir ao Starbucks. Tudo bem, é do lado. Fomos.
Lotaaaaaado, não tinha onde parar o carro, então decidimos ir na Paulista. Pois estava fechado.
Eu disse:
- É um sinal pra gente ir embora e desistir desse frapuccino super calórico.
Mas o homem é teimoso e brasileiro, ele não desiste nunca. Decidiu voltar ao Itaim. E lá fomos nós.
Parou, foi comprar. Eis que a CET veio dar uma bronca. O homem voltou correndo e tentou ligar o carro uma vez. Duas vezes. Três vezes. Quinze vezes e NADA.
Huahuahauahu... ai ai. Acabou que pedimos ajuda ao taxista, que veio, ajudou a ligar o carro. Bhuda largou os 4 no Starbucks à meia noite e foi ao mecânico. Trocou um fusível e pronto! Carro novo.

Ai, cada coisa que acontece: é carro apagando tudo no meio da Fernão Dias, carro sem volante, carro sem seta, carro parado no meio da Marginal Pinheiros, na frente da Starbucks, no meio da Dutra.... Huahuahauahuahuahauahauhauahu

-----------------
Levei bronca do Cacá. Com toda a razão. Ha ha ha ha....
Ai ai. Vou refletir mais sobre isso. Depois conto.

4 comentários:

lulu disse...

esse carro de vcs é sobrevivente de guerra, meu. mas tudo isso aí não aconteceu com o corsa... teve coisas com os outros carros tb, né?

enfim... minha dica? manda o bhuda parar de estacionar em lugar proibido. heh!

Simone disse...

vixi! não foi UM sinal, não, hein?! foram váááários. pior que nessas horas nem convém a frase "eu avisei", kkkkkkkkk
depois que passa a gente ri, né

B i a disse...

vôt
ê laiá viu

Tipo,coloca o carro pra fazer up graidi

ana b. disse...

humm... tô curiosa pra saber da bronca do cacá...
bjs,
boa semana!