16 de jul de 2005

Dentes

Quando eu era pequena, uns 7 anos, eu tinha uma aversão enorme aos meus dentes.
Eles sempre foram grandes. Nessa idade, então? Eles tinham caído e estavam nascendo de novo.
Minha irmã, que era um anjo desde aquela época, se juntava com uma prima minha (as duas com dentes perfeitamente proporcionais, e ficava falando coisas do tipo:
- Nossa, que dentão. Só você quer ter dente?
- Ave.... Acho que os seus dentes nunca vão parar de crescer. Eles vão chegar no chão, dobrar e continuar crescendo.
- Não, quem tem dente desse tamanho não brinca.

E coisas mais....
Eu, complexada, adivinha o que fiz?
Lixei meus dentes. Com lixa de unha, mesmo.
De verdade. Meus caninos nem tem ponta.

E agora, 17 anos depois, ainda pago a besteira.
Toda vez que esfria, meus dentes dóem. Dóem.
Passa, mas é ruim demaaais pra morder. Qualquer coisa. Ai, que droga.

4 comentários:

Tathi disse...

Tadinha...

Que maldade da sua irmã e da sua prima...

Minha irmã me chamava de gorda o tempo todo... Até hoje sou meio complexada... Uma hora passa...

Re disse...

Putz, criança qdo quer ser cruel não tem pra ninguém, né? Eu tb era cheia de complexos qdo era pequena. E meu irmão tb aproveitava... :-( Fazer o que, né? Só nos resta a dedicação a anos e anos de terapia... rs... ;-p

Michela disse...

Nossa, Thais... essa eu não sabia!!! hahahahahaahha
Mais uma pra coleção Cagadas da turma, não chega a Katy q raspou a cabeça com gilete, mais uma!!! hahahaha

Muito boa!!!

Bjos, te adoro!!

menina dos cabelos amarelos disse...

ai, que dó!!!!! beijo!