28 de mar de 2007

A viagem

No sábado, lá pro meio dia, Bhuda ligou e pediu um táxi monovolume (que é uma van enorme, pra acomodar nossas 6 malas de 32kg) pras 8:00 da noite. A mulher disse que estava marcado. 7:55, chega uma mensagem no celular dizendo que o serviço foi cancelado por falta de veículo. (é... a qualidade dos serviços madrilenhos não é lá grande coisa...)
E vai Bhuda procurar algum lugar que tenha um táxi monovolume. Não achou. Pegamos 2 normais.
50 euros mais pobres e chegamos no aeroporto de Madri pouco depois das 9:00. Imaginem: Bhuda empurrando dois carrinhos cheios de mala e eu outro, ainda o carrinho com o João, que dormiu no táxi.
Fizemos o check in. Estava reservado Bhuda e Melissa e eu e o João atrás. Eca. Mas não dava pra trocar.
6 kg a mais do peso permitido (hihihihihihihi....), nossas malas foram embora sem a gente ter que pagar nada.
Fomos ao McDonald's comer. Comeeeemos, enrolaaaaaamos e fomos embarcar.
Passa pela polícia, revista, tira tudo da mala, beleza.
Fomos ao portão de embarque sentar e esperar. João olhou pra mim e falou, fazendo força:
- Não tô fazendo cocô.
Levei ao fraldário, que tinha uma fila imeeeeeeensa. Ficamos 10 minutos e a primeira pessoa infeliz não saiu. Desisti e fui procurar outro. Fui, troquei e voltamos. Bem na hora de entrar no avião.
Entramos no avião à meia noite e meia. O vôo saiu no horário, bonitinho.
As crianças dormiram bastante, ficaram muito boazinhas. Eu estava com uma gripe.... Mas ainda consegui dormir, comer e ganhar pernas super inchadas. Quase no final da viagem, ouvimos que "por condições meteorológicas desfavoráveis, vamos ao aeroporto internacional do Rio de Janeiro". E a gente tinha um monte de gente esperando em Guarulhos.
Ao Rio, no pouso, minha orelha doía, doía.... eu achei que fosse morrer de dor. Mas passou.
Pega vale-vôo de volta a Guarulhos, malas e passa pela alfândega. Eu, com a barriga, fingindo um sofrimento enoooooorme, gritando pelo João e pela Melissa, que estavam correndo por entre os outros passageiros. O cara só falou:
- Passa, passa.
Hihihiii.
Aí mais dois táxis para o hotel Guanabara (bem meia boca, mas...).
Chegamos, tomamos banho e deitamos. Ai.... que gostoso. Aí fomos comer. E no relógio estava marcado 15:40. E o almoço ia até às 15:30. O Bhuda foi lá chorar pra eles deixarem a gente comer, mas o cara falou que ia abrir em 10 minutos. Hihihi... ainda estávamos em horário de Madri.
Comeeeeeeeeeeeeeemos e... fomos dormir.
Dormimos, vimos TV e... fomos comer. hehehehheheheehheheheh
Jantamos e... fomos dormir. hahahahaahahahahahahhaha
Acordados às 3:30, check out em 10 minutos, ficamos esperando o busão por mais de meia hora no meio da rua. Argh! Fomos ao aeroporto e fizemos o check in. Melissa dormiu no carrinho. João dormiu no chão, em cima das blusas de frio. Aí a moça:
- Senhores, o aeroporto de Guarulhos fechou novamente. Vamos esperar por algumas horas até que ele abra pra que possam ir.
E eu pensando no café da manhã que a gente perdeu.
Serviram um café, mas o Bhuda foi trazer pra mim, pq eu fiquei com as crianças adormecidas. Teve que passar pelo detector de metais e tomar meu suco pra deixarem ele trazer pra mim. Mas trouxe.
Comidos e bebidos, ficamos até às.... sei lá. 10 horas? lá no saguão de embarque.
Chegamos em Guarulhos quase meio dia. Mas chegamos.
Agora estamos descansando. hehehhe
Ai, que sono.....

2 comentários:

Anônimo disse...

Hotel?? comer, dormir.. hehehe coisa boa, não??
Tadinha das crianças!
Mas enfim, estão no país tropical, abençoado por Deus.
No dia em que vcs estavam viajando, deu um terremoto no outro lado do Japão e balançou tudo por aqui. Não senti porque foi às 10:00 da manhã e sabe onde eu estava, né? fim de semana ainda... O pai quase teve um infarto. Se der outro forte e eu estiver dormindo, vou morrer sem saber como morri. hahahaha

beijos

te amo

mãe

Ka&Ti disse...

Meu Deus do Céuuu q maratona foi essa??????????????

Mas o aerorporto esta um caos mesmo... segunda fui levar meu tio lah e a fila para o embarque internacional q é na asa D jah estava no finalzinho da Asa C quase no embarque doméstico!!!
Ainda bem q andou rápido senão ele perdia o vôo...

Precisamos marcar de reunir as barrigudas!!!!

bjinhus